15 agosto 2016

Meu lar.



Tem dias, que minha única vontade é sumir moço.
Sair sem rumo,  Sem mala,  descalça com os cabelos ao vento.

Sem destino,  amarras,  laços,  o que for.

Fugir de todos e principalmente de mim,  que mesmo lutando todos os dias para acertar,  erro,  erro e me pego pensando porque tentar de novo.

Pra que,  pra quem.

Aí eu olhos esses teus olhos castanhos,  me lembro do aconchego do teu abraço,  penso no quanto eu amo ficar com você quando não temos nada para fazer. Penso nas nossas tardes de puro amor, vídeos embalados com a o som da nossa felicidade.

E Passa,  passou,  e sempre passará.
Uma borboleta,  vive à voar em busca do teu lar,  eu como já encontrei o meu,  sempre terei para onde voltar.
Porque toda vez que eu penso em fugir,  é pra   v  o  c  ê   que eu quero ir.

Jeessy B.