26 agosto 2016

Tô leve Zé.

Agradeço Zé pelas segundas chances que a vida nos dá, como quem diz: "Vá, mude o rumo, rasgue uma pagina, e comece a escrever nessa pagina em branco que ficou, uma historia mais bonita, você consegue."

Hoje em algum cantinho por aí, o tempo, o vento, e os Deuses me aprontaram uma que nem te conto nego.

O jeito mais fácil de se resumir, é que minha    v e r d a d e  ganhou voz, gritou, e foi ouvida de peito aberto. Essa minha acidez, esse sarcasmo, e essa mania de fazer piada de tudo atrapalhou, esse vento fez voltas, mas hoje me tocou.

Passado é um negócio danado-de-difícil-de se lidar, delicado e cortante como cristal, bonito de se ver, mas quando não manuseado de forma correta, machuca, fere, esfola de um jeito, que as vezes até reflete em gente inocente.

Ter em minhas mãos a escolha de fazer a diferença, me fez ganhar o dia.
Por isso, e uma infinidade de outros motivos, eu agarrei ela "cum" força, que é pro futuro não jogar na minha cara lá na frente, que eu tinha tido essa chance, e a desperdiçado.

Ninguém pode me condenar pelas escolhas que fiz. Ninguém além de mim, que carreguei nas costas sozinha o peso disso tudo. O amor faz a gente de idiota as vezes Zé, deixa a gente sem rumo, doido de pedra, o suficiente pra fazer a gente atacar, como um animal feroz. Conforme o tempo vai passando, a vida nos mostra que o atalho, poderia ter sido evitado, que o caminho não era tão longo assim, e que o fim da estrada, seria o mesmo, só que com menos ferimentos de guerra.

Minhas cicatrizes estão aqui, eu as causei, o que me doeu, foi machucar quem não merecia. Pra amenizar, eu ia dormir pedindo força pra continuar, e que quem eu feri, encontrasse um abraço bom de pousar, para que suas feridas, causadas por mim, fossem curadas, e que um dia, o céu, voltasse a ser enxergado com cor, e amor nos lábios.

Hoje Zé,  eu recebi uma segunda chance.
Não me importa o que digam, pensem-ou-que-falem.  O que me faz mais feliz ainda, é não sentir esse peso mais aqui.

Tô leve Zé, não perdi peso, mas sinto Minh'alma flutuar, em paz.

Jeessy B .