14 setembro 2016

Vá além da inveja.

Inveja é algo que consome muita gente por dentro-e-por-fora,  por mais que todos neguem, não deixam de sentir.
É feio, mesmo muitos sentindo a tal inveja branca, que no  fundo, bem la no fundo, ela nunca deixou de ser negra e amarga como fel.

Tenho pena de pessoas pequenas,  que vivem para ver o mal da vida dos outros, e sobrevive de agourar a vida alheia.

Inveja nada mais é pra mim, que uma incapacidade de um ser de se sobressair,  aí sobra tempo para olhar por cima dos muros dos vizinhos.
Não desejo nada mais do que a distância de todos esses seres desumanos.

V i v a  por si.
Mostre a que veio.
Faça e almeije o bem, não só por você, ou para você, faça isso além.
Seja mais do que a da platéia possa esperar.
Só não me deseje, nem faça nada para o meu mal.
Não ando só.
Cansei de dormir me sentindo sozinha, mesmo sabendo que nunca estive nem nunca vou estar.

Não reze pelo meu mal, não seja pequeno e mesquinho a este ponto.
Meu bem, eu não preciso pedir nada a ninguém,  não preciso rezar pedido justiça,  não preciso acender uma vela para o mal de ninguém.

Eu tenho quem me cuide.
Me guarda.
Me protege.
E me guia para o melhor caminho acima de tudo.

Sabe porque?
Porque se eu não pudesse com mandinga meu bem, não carregaria meu bom e velho patuá.
Sou luz, por mais que a escuridão alheia tente me apagar.
Aqui, só cabe o bem.
A vida é um espelho, um reflexo, uma câmera fotográfica pronta para disparar na sua direção.
Seja mais.

Jeessy B.