21 outubro 2016

Mi-Mi-Mi.


Detesto fofoca. 
Mi-mi-mi,  nunca foi meu forte.
Falo do que sei, e só sei da minha vida. 
E pra falar a verdade,  as vezes,  nem dela dou conta. Falta tempo,  um dia é pouco pra todas as obrigações,  tanto trabalho,  família,  amor,  eu. 
Tem dias que me pego indo trabalhar com as unhas por fazer,  tenho tempo pra todos,  que falta tempo pra mim.
Pra me dar uma boa olhada no espelho,  e enxergar o que mudei.
Outro dia, vendo fotos antigas,  não me reconheci,  não pela fisionomia em si,  mas pelo tempo,  por tudo que vivi depois daquelas fotos. 

Me vi ali, me analisando,  o que poderia fazer e não fiz,  o que fiz e poderia ter deixado de fazer,  é mais,  o que poderia ter feito melhor ou pior.
Mas enfim.

Fiquei sabendo,  que mais alguém me apontou,  e assumiu não gostar de mim. É para rir. 
As pessoas me amam quando lhe convém. 
Quando querem algo,  eu sou um amor aos teus olhos. 
Se "chegam",  e fingem ser meus amigos de infância. 
Pena que não nasci ontem,  enxergo os maus olhos, e as más intenções,  de longe. 
Por esse fato,  também já fui julgada. 

Já me disseram que eu não gosto de ninguém. 
E pensando bem, isso é uma meia verdade. 
Eu não gosto de (quase) ninguém. 
Principalmente de gente que me olha nos olhos,  sorri, enquanto por dentro busca um jeito de me fazer cair.
Sinto,  sinto mas falta muito para isso acontecer. 
Sou de verdade,  me encare e enxergue a verdade como ela é. 
Só não venha me dizer, que não gosta de mim, porque eu " Sou cheia de querer ser". 
Porque o que eu gostaria de ser, já sou,  e francamente,  convenhamos que no fundo,  eu sou,  aquilo que você sonha ser meu amor.

Jeessy B.