09 novembro 2016

Que os desequilibrados não desequilibrem meu caminhar.

Eu não preciso que ninguém venha me dizer as coisas erradas e certas que fiz em minha vida, eu sei o que faço. 
Julgue-me como quiser, olhe-me dos pés a cabeça, e me encha de defeitos, mas guarde o que acha de mim para si mesmo, realmente não me interessa saber sua o que pensa , pois que vê pensa, quem fala acha, mas só que é realmente sabe de toda a verdade.

Opinião, eu também tenho, mas nem por isso saio gritando ela aos quatro cantos, ou tentando fazer com que os outros engulam isso a força. Respeito é necessário, espaço também, ter a consciência de se colocar no lugar do outro. E se calar quando preciso for, tem gente que fala, fala, e não diz nada, outros até dizem, mas são vagos e vazios.
Uma boa opinião, deve vir acompanhada com um kit de outras coisas, como as que citei, e outras que somente o momento pode dizer.

Quanto à mim, quer me conhecer? Me leia, tente olhar nos meus olhos, eles sim são incapazes de mentir.
Neles a verdade berra mesmo que eu tente conter.

Não importa o que a opinião de gente cheia de eco tenha sobre mim, comigo só levo o que realmente vale à pena. Aprendi Caio Fernando Abreu que-o-que não me acrescenta não me diminui.
Saio de casa, faço minha boa figa, agradeço por tudo, e o que na minha reza não pode faltar é: " Que os desequilibrados não desequilibrem meu caminhar."

Jeessy B.