13 dezembro 2016

Desatei os nós.


Desatei os nós.
Tanto os bons quando os ruins.
Quem quiser ficar,  ficará por si,  porque quer, porque sabe que mesmo não sendo a melhor pessoa do mundo,  mesmo querendo fugir,  os motivos para ficar são mais fortes.

Não sei o que aconteceu comigo.
Sou a mesma. Mas sem o peso.
Por mais que eu soubesse que era desnecessário,  eu carreguei por muitos anos,  sofri,  cai,  chorei,  passei noites como um cachorro sem dono. Mas olhando pra mim, foi necessário sim, eu cresci, mesmo sem ter aumentado um centímetro sequer,  me sinto uma gigante.

Me sinto leve sem ter emagrecido.
É sempre bom se desfazer do que não lhe faz bem,  principalmente das mágoas que carregamos ao longo da vida.
Não, não deixei de ter vergonha na cara,  não dei a cara a tapa novamente,  só estou sendo a diferença que eu gostaria de ver no mundo,  relevando,  esquecendo,  contando até dez ou mil se precisar.

Não pense que é espírito de natal,  é espírito de alguém que também já errou muito, e hoje só busca o bem,  sem olhar a quem.

 Jeessy B.