02 dezembro 2016

Meus espinhos.


Antes de exaltar sua voz para condenar minhas atitudes, verifique se seu caminho esta limpo, sem rastros, restos, passos, sem marcas ou amarras obscuras. Eu, sou do tipo de pessoa que adora a todos, até que me provem que não merecem ser adorados, claro que a minha intuição e meu instinto feminino abre exceções, tem asco, raiva, ódio, vergonha, e até a simples vontade de manter distância.

Não sou cem por cento perfeita, aliás defeitos é o que não me faltam por aqui, sou cabeça dura, chata, teimosa, cheia de manias. Por isso, não  condeno e dentro dos meus princípios, não julgo, nem aponto.

Por isso não tenha a ousadia de me condenar estando errado. Sentar no rabo para falar dos outros é fácil, difícil mesmo é enxergar a si. Ajustar os próprios defeitos, se consertar, se fazer melhor para o mundo, e principalmente para você mesmo.

Como eu sempre digo, antes de julgar, apontar e falar mal, se coloque no lugar do outro, se isso não der certo, veja o caminho que ele percorreu, porque a vida pode ser um mar de rosas, mas nem por isso os espinhos deixaram de existir.

Jeessy B.