03 janeiro 2017

Quero me perder.

"Sabe Zé,  sou um tipo atípico de mulher. 
Não sonho com um conto de fadas, casamento a moda antiga, com véu,  grinalda, lua de mel romântica,  rotina, crianças correndo pela casa. 
Acho que já vivi isso em alguma vida passada. 
Quero viajar,  me arrepiar com cheiros e sensações desconhecidas,  me jogar no escuro e me surpreender. 

Conhecer novas pessoas,  amar o que a vida possa me trazer.  
Sentir sabores que nunca vou me esquecer.
Eu só não quero ser mais uma Zé. 
Mais uma que guarda seus sonhos e vontades na sola do pé,  pra se adequar com o que a sociedade tenta obrigar a gente a fazer.

Cansa Zé,  essa vida morna,  sem sal,  sem açúcar,  parada como um carro quebrado em uma rodovia olhando o tempo passar.
Quero me perder, pra quem sabe um dia me encontrar,  um dia voltar,  ou não. 
Quem sabe a gente não se esbarra em uma esquina por aí Zé,  dessas que a vida,  a sorte,  ou o acaso nos faz passar, mesmo quando a razão,  ou a emoção tenta nos desviar."

Jeessy B.