13 fevereiro 2017

Minha Fé.

Minha fé não é das melhores, aliás não posso dizer que é inabalável, porque muitas vezes ao longo da minha vida ela se abalou, machucou, partiu, cortou.
Quando falo de fé não envolvo só a minha religião, envolvo tudo, toda a esperança que tenho no coração, esperança em mim, esperança nas pessoas, esperança no mundo, no presente e no amanhã.
Fé pra mim engloba muita coisa, na verdade  engloba tudo.

Eu por exemplo muitas vezes cai, fraquejei , sofri, muitas vezes embaixo do chuveiro meus olhos molhados escondi, e baixinho chorei, me desfiz, e me refiz através de cada uma das lágrimas que derramei. 
E minha fé, nunca deixou de comigo estar. Quando eu não tinha para onde correr, era nela que eu grudava, e era para o céu que eu rezava. 

Há pouco tempo descobri minha religião, minha nação, minha verdadeira vocação, não é perfeita, há muito que eu gostaria de mudar, mas é ela que toda vez que eu balanço, me ajuda a me firmar, eu ainda sou uma mera aprendiz, aliás tenho muito o que caminhar, o que descobrir, muito ainda pra rezar, mas enquanto eu aprendo, há algo que se fortalece dia-pós-dia dentro de Minh'alma, e algo que dinheiro não compra mas faz um bem danado de bom pra quem sente, pra quem mesmo andando sozinho, sabe, que nunca estará só, faz bem, pra quem se permite entregar, pra quem realmente deseja só o bem, e ao mal não quer se juntar, faz bem, pelo simples fato de existir, e para si, ali, quietinho, através  do vento, se mostra de verdade para quem quer lutar.

Sou menina
Sou moça,
Sou mulher,
Sou do vento,
Sou filha de fé,
Sou de asé,
Muito prazer, eu sou do candomblé.

Jeessy B.